Notícias
23 setembro 2022

Lições de esperança para estudantes migrantes

Tempo de leitura: 2 min
É em autocarros convertidos em salões e em estruturas com telhado de zinco, que estudantes migrantes recebem uma lição de esperança.
Redação
---
(© vicxmendoza/Pixabay)

 

Estas salas de aula improvisadas encontram-se no final de uma estrada de terra esburacada que serpenteia por um desfiladeiro em Tijuana, México, cidade que faz fronteira com a cidade americana de San Diego, na Califórnia. Os alunos são crianças latino-americanas migrantes a caminho do El Dorado nos Estados Unidos. Recebem aulas de inglês e também sobre inteligência emocional, para transformar a raiva e o trauma que sentem em algo produtivo.

«O objetivo desta escola é que os migrantes tenham uma compreensão básica do inglês», disse um dos professores, Hurtado Medina, ao NPR.ORG. «Como poderiam sair de uma situação de emergência, se não sabem comunicar ou se não sabem traduzir informações básicas, como números de telefone ou endereços?» E acrescenta: «Quando partem daqui, elas saem com confiança e orgulhosas de que estão a aprender.»

A sala de aula de Hurtado Medina fica ao lado do abrigo Embajadores de Jesus, que abriga centenas de migrantes. Existem cerca de vinte abrigos como este em Tijuana.

A escola é uma instalação totalmente profissional, e o currículo é reconhecido no México e nos Estados Unidos. Faz parte do programa Yes, We Can, uma ONG sem fins lucrativos que tem três escolas no México, incluindo duas em Tijuana. Estefania Rebellon é a fundadora e força motriz por trás deste programa, graças ao qual as crianças migrantes que chegam ao abrigo são matriculadas na escola gratuitamente, e as admissões são aceites todos os dias do ano. Cada criança recebe uniforme e mochila e até sapatos, se precisarem. Todos os professores são mexicanos, possuem diploma universitário e são pagos.

«Para as crianças migrantes, um espaço escolar é extremamente importante porque se não houvesse espaços escolares como o nosso, elas estariam num abrigo sentados todos os dias sem nenhum estímulo, sem nenhum desenvolvimento educacional», disse Rebellon ao NPR.ORG.

Partilhar
Tags
Notícias
---
EDIÇÃO
Outubro 2022 - nº 611
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.