Actualidades
13 fevereiro 2020

Ex-presidente Lula da Silva tem encontro com o Papa

Tempo de leitura: 1 min
Redução da fome, da desigualdade e proteção da Amazónia são possíveis temas da conversa
---

O ex-presidente brasileiro Lula da Silva está no Vaticano para um encontro com o Papa Francisco neste quinta-feira, 13 de fevereiro. Entre os temas da conversa apresentados pela assessoria, Lula vai propor um debate sobre redução da fome e desigualdade.

Foi o Papa quem convidou Lula para este encontro, que foi intermediado pelo recém-eleito presidente da Argentina, Alberto Fernández. Por isso, Francisco deve ter os seus próprios temas de interesse e, quem sabe, deseje falar sobre a Amazónia, já que a floresta tem sido pauta recorrente dentro da Igreja Católica, foi o tema central do Sínodo de outubro e da Exortação Apostólica “Querida Amazónia”, divulgada esta semana.

Em abril de 2019, ainda preso, Lula escreveu uma carta ao Papa Francisco onde afirmava estar a lutar pela sua inocência.

“Estou preso porque os poderosos querem destruir toda a rede de proteção e cuidado que construímos para os excluídos”, escreveu Lula, acrescentando que “gostaria de contar com o seu apoio e a sua amizade” e a pedir “reze por mim”.

Cerca de um mês depois, Francisco respondeu à carta do ex-presidente e recordou que a política deve ser uma ferramenta para “criar condições de um futuro digno e justo”.

“Tendo presente as duras provas que o senhor viveu ultimamente, especialmente a perda de alguns entes queridos – a esposa, o irmão e o neto de apenas 7 anos - quero manifestar a minha proximidade espiritual e encorajá-lo pedindo-lhe para não desanimar e continuar a confiar em Deus", escreveu o Papa Francisco.

Partilhar
Newsletter

Receba as nossas notícias no seu e-mail