Artigos
07 dezembro 2019

América Latina: Sociedades iradas

Tempo de leitura: 7 min
O que se passa nas sociedades revoltadas da América Latina é que as pessoas estão cansadas da pobreza e das desigualdades e desiludidas com as elites e a democracia. Um presidente já caiu, outro teve de prometer uma nova constituição. Tudo num par de meses.
Fernando Sousa
Jornalista
---

A onda de protestos que percorre a América Latina começou a ter consequências, com o poder a ceder em todo o lado. A região atingiu uma espécie de ponto de fusão.

De todas as cedências, a mais noticiada terá sido a demissão de Evo Morales, o primeiro indígena a ascender ao topo de um Estado. Era de algum modo esperado. No poder desde 2006 e a preparar-se para assumir outro mandato, o quarto, não resistiu à indignação da rua, e por fim do Exército, em resultado da manipulação dos resultados das eleições de 20 de Outubro.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Janeiro 2020 - nº 698
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.