Artigos
30 novembro 2020

Incubadora de línguas nativas

Tempo de leitura: 1 min
Iniciativa visa dar visibilidade às línguas dos povos originários e evitar que desapareçam.
Fernando Sousa
Jornalista
---

Mais de metade das línguas que existem actualmente no mundo vão desaparecer neste século. Por esse motivo, a activista em línguas nativas Cecilia Tuyuc (na foto) promove a primeira incubadora de Wikipédia em kaqchikel, uma das 22 línguas maias que se falam na Guatemala.

O novo espaço, aparecido em 2017, já tem 106 textos dos 800 que são precisos para sair da incubadora e criar a Wikipédia em kaqchikel. Disse Cecilia Tuyuc à agência IPS: «Ri qach’ab’äl, ja ri’ ri ruk’aslem ti qab’anob’al,wi xtikäm, chuqa’ xtikäm rik’in ronojel ketamab’äl kiya’on kan ti Qati’t qamama» [«O nosso idioma é o oxigénio vital da nossa cultura; se morre, morre com ela todo o conhecimento ancestral que agrega»]. Esta iniciativa no ambiente digital visa dar visibilidade às línguas dos povos originários e evitar que desapareçam.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Setembro 2021 - nº 716
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.