Artigos
03 dezembro 2020

Guerra de tronos no Peru

Tempo de leitura: 7 min
O feitiço virou-se, no Peru, contra os feiticeiros que tentaram apropriar-se da presidência da República. Mas a crise está para durar, pelo menos até às eleições de Abril do próximo ano.
Fernando Sousa
Jornalista
---

Se uma imagem valesse pelo menos mil palavras, as dos dias de fúria do mês passado no Peru dariam um romance – um romance trágico metendo um Congresso debaixo de todas as suspeitas, uma polícia assanhada e muitas vítimas – entre mortos, feridos e até desaparecidos. Já abatido por um vírus inclemente, o país não precisava de mais isto.

Numa delas, uma indígena chora de impotência aos pés de um soldado, noutra as armas dos agentes parecem cuspir fogo. Noutra ainda, jovens de rostos crispados em guerra contra uma clique corrupta e capaz de tudo, enfrentam sem medo de bastões e balas, aos gritos de «viva o Peru», gritos que saem das fotos. Num vídeo da IPYS, uma associação independente de jornalistas, um agente infiltrado grita para outro que aponta a arma a um manifestante: «Mate-o! Mate-o!»

Partilhar
---
EDIÇÃO
Setembro 2021 - nº 716
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.