Artigos
11 janeiro 2021

Etiópia: A guerra de um Nobel da Paz

Tempo de leitura: 25 min
As batalhas no território onde o Reino de Axum se tornou um império cristão ameaçam desestabilizar o Corno de África e desintegrar o mais antigo e segundo mais populoso país do continente. Para entender este conflito entrevistámos dois académicos etíopes, Asafa Jalata e Kassahun Melesse.
Margarida Santos Lopes
Jornalista
---

A guerra «é a epítome do inferno para todos os que nela combatem, e eu sei porque estive lá e voltei», declarou o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, em 10 de Dezembro de 2019, ao receber o Nobel da Paz que premiou a reconciliação histórica com a vizinha Eritreia, no ano anterior.

«Não fui apenas um combatente», mas também «testemunha da crueldade» da guerra e do que «ela pode fazer às pessoas», disse Abiy. «A guerra torna os homens amargos. Homens sem coração e selvagens».

Partilhar
Tags
Artigos
---
EDIÇÃO
Janeiro 2021 - nº 709
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.