Artigos
03 fevereiro 2021

EUA: Joe, o sucessor de JFK

Tempo de leitura: 18 min
Os EUA voltaram a ter um presidente católico, sessenta anos depois de John Fitzgerald Kennedy (JFK). Entrevista com Natalia Imperatori-Lee, professora de Estudos Religiosos e Eclesiásticos, para quem o novo inquilino da Casa Branca representa uma mudança de paradigma na política americana.
Margarida Santos Lopes
Jornalista
---

Joe Biden, o homem que vai à missa todos os domingos, que em momentos de contemplação ou aflição retira do bolso um rosário que nunca o abandona, que tem uma relação complicada com padres e bispos e prefere os conselhos e ensinamentos das freiras da sua infância, é desde Janeiro o segundo presidente católico dos Estados Unidos da América.

«É à minha religião que vou buscar a ideia de mim mesmo, de família, de comunidade, de um mundo mais vasto», escreve o sucessor de Donald Trump na autobiografia Promises to Keep: On Life in Politics. Para ele, o que conta «não é tanto a Bíblia, as bem-aventuranças, os dez mandamentos, os sacramentos ou as orações» que aprendeu, mas sim «a cultura católica».

Partilhar
Tags
Artigos
---
EDIÇÃO
Março 2021 - nº 711
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.