Ciência e tecnologia
16 abril 2020

Vamos plantar uma árvore?

Tempo de leitura: 4 min
A cada segundo, 500 árvores são abatidas no mundo, o que perfaz 29 mil a cada minuto, e 15 mil milhões num ano. Por outro lado, só são plantadas, anualmente, 5000 milhões de árvores novas. O saldo é claramente negativo.
Maria Filomena Silva
---

E se cada um de nós plantasse uma árvore? Quando digo nós, falo mesmo de todos nós: os 7,7 mil milhões de pessoas que neste preciso momento vivem na Terra. Seriam 7,7 mil milhões de novas árvores. Parece muito, não é? Mas a verdade é que esse gigantesco número de novas árvores (daqui a duas ou três décadas, se as plantássemos agora, porque ainda teriam de crescer), não seria suficiente para absorver todo o dióxido de carbono que a nossa civilização industrial produz, com as suas fábricas e chaminés, as suas explorações de petróleo e centrais de produção de eletricidade, os seus automóveis e aviões, e que está a contribuir para as alterações climáticas.

Claro que mais 7,7 mil milhões de árvores seriam sempre uma boa ajuda – e não só para as contas do dióxido de carbono. Na sua respiração vegetal, as árvores absorvem e retêm este gás com efeito de estufa, produzem oxigénio, funcionam como um filtro que limpa o ar que respiramos e são decisivas para o equilíbrio ecológico e a preservação da biodiversidade. Além de tudo isso, as florestas, na sua imensa majestade e beleza, são também sítios muito especiais, onde podemos ir ao encontro da Natureza e de nós próprios, ou simplesmente passear.

Mancha verde

Cerca de 30% da superfície da Terra está coberta de florestas: grandes manchas contínuas nas regiões tropicais, a transbordar de pequenos seres e plantas, bosques extensos e misteriosos, matas tranquilas e românticas, árvores dispersas e solitárias. As paisagens são variadas, calculando-se que nesta parcela do planeta forrada a verde existam cerca de três biliões de árvores – um número que vos dá a verdadeira dimensão daqueles outros 7,7 mil milhões.

Pelas contas dos cientistas, de 15 países, num estudo publicado pela revista Nature, os três biliões de árvores que existem atualmente na Terra já só representarão metade da floresta que em tempos existiu por todo o planeta. Entre outros fatores da desflorestação – ação de animais, incêndios por fenómenos naturais, por exemplo – a ação humana é bastante influente. Os números mostram que, a cada segundo, 500 árvores são abatidas no mundo, o que perfaz 29 mil a cada minuto, para serem transformadas em mobiliário, casas, papel ou energia.

Ajudem a Terra

Se as árvores que existem já não são suficientes para limpar todos os gases com efeito de estufa que estamos a lançar para a atmosfera em grandes quantidades, e se as florestas continuam mesmo assim a ser abatidas, então não há qualquer dúvida: é preciso plantar mais árvores. E se 7,7 mil milhões de novas árvores são uma boa coisa, mas não chegam, então é preciso plantar mais ainda.

Oportunidades não faltam. Em Portugal, há muitas iniciativas de plantação de árvores que são organizadas por autarquias, associações ambientalistas ou até grupos de cidadãos, e que estão sempre a precisar de voluntários. Acaba por ser uma oportunidade de passar um dia diferente e também de contribuir para a saúde e o futuro do planeta. Fiquem atentos.

_________________________________________

Nestes tempos da covid-19, pedem-nos que fiquemos em casa para nos protegermos, cuidar de nós e dos nossos e ser solidários com a comunidade. Os Missionários Combonianos e as revistas Além-Mar e Audácia querem contribuir para que passes este período da melhor forma possível e, por isso, enquanto durar a quarentena, decidimos tornar de leitura livre todos os conteúdos das nossas publicações missionárias.

Partilhar
Tags
Ciência
---
EDIÇÃO
Julho 2020 - nº 587
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.