Sala de convívio
18 junho 2022

Brincar aos vilões

Tempo de leitura: 1 min
O filme «Mínimos 2 – A Ascensão de Gru» combina ação com muito humor.
Fernando Félix
Jornalista
---

Os Mínimos são pequenos ajudantes de vilões. O seu propósito é servir os mais perversos da História. Mas será justo dizer que eles conquistaram a simpatia do público infantil mais pelo seu ser desastrado do que pela desumanidade. Os filmes combinam ação com muito humor.

Sete anos depois do primeiro filme, chega a continuação das aventuras das criaturas amarelas sempre à procura de um líder tirânico. E, desta vez, eles vão ajudar um Gru ainda criança a descobrir como ser vilão.

O filme de animação é ambientado nos anos 1970. Gru tem 12 anos e tenta, sem êxito, fazer parte do clã de vilões mais famosos do mundo, o Sexteto Perverso. Por ser ridicularizado por eles, decide roubá-los, só para provar o seu valor.

Eis, então, quando os Mínimos aparecem, se juntam a ele e se envolvem numa missão arriscada, ao roubar uma pedra valiosa.

Nas piadas do filme e na história há reflexões, umas sobre as características da personalidade dos Mínimos: são mal-educados, zombadores, maldosos, revoltados e, sobretudo, procuram agradar aos vilões de modo servil; outras são um apelo ao bom coração.

Sobre o filme

Título: Mínimos 2 – A Ascensão de Gru

Realizadores: Kyle Balda e Brad Ableson

Género: Animação

Duração: 1h30m

Amostra: https://youtu.be/wzqsUgQbWqo

Partilhar
---
EDIÇÃO
Julho 2022 - nº 609
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.