Sala de convívio
09 fevereiro 2023

Conquistadores sentados

Tempo de leitura: 2 min
Como sublinha o selecionador de andebol em cadeira de rodas, Danilo Ferreira, que encara os jogadores como pessoas e não como deficientes, Portugal é a referência internacional, por tudo o que tem feito na modalidade, uma aposta nacional pioneira, desde o início da década passada.
Luís Óscar
---

Ao tornar-se o primeiro campeão europeu e mundial de andebol em cadeira de rodas, Portugal tem mais um motivo para aspirar à conquista de medalhas paraolímpicas, se esta modalidade passar a integrar os Jogos de 2028, como esperam os dirigentes da Federação Internacional de Andebol (IHF).

Foi num repleto Pavilhão dos Pousos, em Leiria, que a Seleção Nacional conquistou a primeira edição da prova na versão de seis jogadores (ACR6), superando na final, de forma clara, os Países Baixos (18-10), que eram um dos favoritos. O troféu de melhor marcador também ficou em Portugal, ganho por Ricardo Queirós (37 golos).

Partilhar
Tags
Campeões
---
EDIÇÃO
Abril 2024 - nº 627
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.