Sala de convívio
16 maio 2023

Admirável mundo novo

Tempo de leitura: 3 min
Resumidamente, reflito: a tecnologia não é boa nem é má, depende do uso que fazemos dela.
Miguel Pinto Monteiro
---

O britânico Aldous Huxley escreveu, em 1932, um livro premonitório e simultaneamente assustador: Brave New World (Admirável Mundo Novo). Resumidamente, trata-se de um cenário imaginado, onde os seres humanos são fruto de experiências de laboratório. A sociedade manipulada, dominada por classes destituídas de ética e valores, determina o tipo de embrião a ser produzido. Define também o grau e o tipo de estímulos a que cada um deverá ser exposto. Isto depois de já ter definido a carga genética de cada embrião!

No romance de Huxley, há um momento em que esta sociedade, totalmente desestruturada e na obscuridade, encontra uma verdadeira pessoa. Inicialmente, trata o assunto como mera curiosidade e diversão. Porém, ao dar-se conta de que o “Índio” começa a levantar questões e a estimular o pensamento dos habitantes, move-lhe uma feroz perseguição.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Abril 2024 - nº 627
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.