Sala de convívio
30 setembro 2019

Porque é que a África é o continente da esperança?

Tempo de leitura: 1 min
A maior parte das vezes, África tem sido assunto por causa da pobreza, das guerras, das tragédias humanas, dos refugiados e migrantes em fuga. Parece, assim, à primeira vista, que é um continente sem esperança.
Redação
---

Todavia, alguns olham com expectativa para os bens materiais do continente: cerca de um terço das reservas mundiais de petróleo, gás natural, carvão, platina, titânio, ouro, diamante, cobre e urânio; as suas vastas áreas de terra produtiva disponível; e a sua população superior a mil milhões de habitantes, na sua maioria jovens. Mas será preciso olhar também com respeito e justiça.

O cristão olha para a maior riqueza deste continente: a sua gente. Então, como dizia S. Daniel Comboni, que fundou os Missionários Combonianos do Coração de Jesus (editores da Audácia), a África será salva por meio dos próprios africanos que se inspiram no Evangelho. Com um coração íntegro, generoso e compassivo, acabarão com as guerras devidas a cobiça, ódios, injustiça e corrupção; promoverão a democracia, o respeito dos direitos humanos e protagonizarão o progresso ecológico e sustentável.

Partilhar
Tags
Artigos
---
EDIÇÃO
Outubro 2019 - nº 578
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.