Sala de convívio
31 dezembro 2019

O urso astrónomo

Tempo de leitura: 2 min
É bom admirar as maravilhas do céu e conhecer lugares distantes, mas é ainda mais importante apreciar e valorizar as “estrelas” que temos ao nosso lado: familiares, amigos, quem nos inspiram e educam.
Tiago Ferreira
---

Personagens: Narrador, Urso André, Urso Chico, Ursa Tati e Estrela.

 

Narrador: Era uma vez um urso astrónomo que gostava de observar a Lua e as estrelas todas as noites.

Urso André (cantarolando): Eu olho a Lua, eu vejo as estrelas, enquanto o Sol não vem, admiro-as até ao amanhecer.

Narrador: André tinha vários amigos, que o estimavam muito, mas ele mal lhes prestava atenção, porque estava sempre a olhar para o céu.

Urso Chico e Ursa Tati (entram a correr): André, André! Onde estás?

Urso André: Aqui! (Caminha a olhar para o céu e cai num buraco.) Ai, ai!

Urso Chico: Magoaste-te, André?

Urso André: Não, estou bem! Obrigado!

Ursa Tati: Viste a estrela muito brilhante no céu.

Urso André: Estava a segui-la quando caí no buraco.

Urso Chico: Quando a vimos, lembrámo-nos do que diziam os Antigos…

Ursa Tati: «Uma estrela anunciará o nascimento daquele que governará o mundo com amor.»

Urso André: Será que vai nascer num país distante?

Urso Chico: E se perguntássemos à Estrela?

Ursa Tati: Olá, Estrela, porque brilhas tanto?

Estrela: Porque em mim brilha a Luz de Deus, que quer iluminar o coração das pessoas e o coração de todo o Universo.

Urso André: E vais a caminho do lugar onde nascerá aquele que governará o mundo com amor?

Estrela: Não. Ele já nasceu. Uma antiga estrela guiou as pessoas até à gruta de Belém, onde Jesus, o Filho de Deus, nasceu.

Ursa Tati: Qual é a tua missão agora?

Estrela: Eu continuo a assinalar o caminho em direção a Deus. Mas já não se trata de sinalizar um lugar físico, porque Deus habita nos vossos corações.

Urso Chico: Mas nós não te vemos todos os dias…

Estrela: Nem precisam. Ao longo da vossa vida vão encontrando muitas “estrelas” que vos indicam o caminho em direção a Deus.

Urso André: E como podemos reconhecer essas “estrelas”?

Ursa Tati: Eu acho que é sempre que há sintonia de corações: quando um é feliz e faz os outros felizes.

Todos: Sim, é isso.

 

Pag30A-min

Partilhar
---
EDIÇÃO
Janeiro 2020 - nº 581
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.