Sala de convívio
09 novembro 2020

O gato e os pássaros

Tempo de leitura: 1 min
Há pessoas que mentem para conseguir os seus objetivos. Então, é preciso ser cautelosos diante de pessoas que elogiam para manipular.
Redação
---

Personagens: narrador, Maria, João, Pássaro fêmea, Passarinho, Pássaro macho e gato

 

Narrador: Era uma vez um gato que descansava à sombra de uma árvore…

Maria: Olá, gatinho lindo! Bichaninho, vem cá!

João: Esquece. Ele está focado noutra coisa…

Maria: Tens razão. Ele fixa atentamente os pássaros nos ramos da árvore.

Pássaro fêmea (cantando): Querido, vá lá! Já são horas de te levantares!

Passarinho (cantando): Tenho preguiça até de esticar as asas…

Pássaro macho (cantando): Vamos, vamos, filhote! E afina também a tua voz. Se não souberes cantar, nunca arranjarás namorada.

Gato: Olá, vizinhos pássaros. Bom dia! Vocês formam um coro maravilhoso, sabiam?...

Pássaro macho: Calem-se. Silêncio. O gato é um perigo para nós.

Pássaro fêmea: Subamos para os galhos mais altos.

Passarinho: Eu escondo-me atrás das folhas.

Gato: Não tenham medo. Acreditem em mim: vocês são um excelente coro. Só precisam de um maestro. Eu sou o indicado. Aprendi com o meu dono, que é músico.

João: O astuto felino não para de elogiar os passarinhos.

Maria: E eles, alucinados pelo seu ego inchado, estão a descer da árvore.

Narrador: E o gato, ágil e rápido, apanhou o pássaro mais gordo e comeu-o.

 

Pag31

De entre os 14 pássaros, dois arriscam-se a ser caçados pelo gato. Quais são?

Partilhar
---
EDIÇÃO
Dezembro 2020 - nº 591
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.