Sala de convívio
28 março 2021

Atitudes para influenciar

Tempo de leitura: 1 min
A Nigéria, país gigante no coração de África, inscreveu o seu nome na história do cinema de animação nos finais de 2020.
Fernando Félix
Jornalista
---

Foi em Lekki, bairro dinâmico de Lagos, a capital económica da nação, que nasceu Lady Buckit and the Motley Mopsters, a primeira longa-metragem de animação feita por nigerianos.

Este feito é muito significativo. A Nigéria conseguiu-o apesar de não ter uma indústria dedicada à produção de cinema para o público infantil. E o filme dá protagonismo às crianças africanas para falarem de si à África e à Humanidade – porque as crianças de todo o mundo podem aprender com as civilizações que existiram em África, e cuja herança faz parte da personalidade e da cultura africanas.

O filme remete para a época pré-colonial, em que ainda não tinham chegado a África os colonizadores brancos. Em Oloibiri, no delta do Níger, numa comunidade de pescadores e agricultores, conhecemos Buckit, uma menina de 8 anos. Ela leva uma vida feliz, mas é muito egocêntrica. Quando é confrontada com acontecimentos e pessoas que vão mudar o futuro da sua terra, tem de tomar uma atitude que terá repercussões na sua vida, na sua família e nos seus amigos.

Sobre o filme

Título: Lady Buckit and the Motley Mopsters

Realizador: Adebisi Adetayo

Género: Animação

Duração: 1h20

Amostra

https://youtu.be/l1lnckdKP4E

 

 

Partilhar
---
EDIÇÃO
Abril 2021 - nº 595
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.