À volta do mundo
23 maio 2019

Lixo de um ano cabe num frasco de vidro

Tempo de leitura: 2 min
Bea Johnson e a sua família seguem um método de Desperdício Zero, pelo qual, no fim do ano, todos os resíduos – cujo fim só pode ser o lixo ou a incineradora – cabem num frasco de vidro.
---

Em média, cada português produz cerca de um quilo de lixo por dia, diz a mais recente edição do Relatório do Estado do Ambiente, disponível para consulta em https://rea.apambiente.pt. Num ano, são cerca de 483 quilos de lixo por pessoa. O que fazemos desse lixo? Reduzimos, reutilizamos, Reciclamos e compostamos?

 

O que é resíduos ou lixo?

Chamamos resíduos a tudo aquilo que acaba no lixo ou na incineradora sem possibilidade de ser reciclado. Segundo um relatório do Banco Mundial, publicado em 2016, em todo o mundo são produzidos cerca de 1300 milhões de toneladas de lixo por ano. Um número que não pára de crescer e que poderá tornar-se insustentável se não fizermos algo para o evitar rapidamente.

 

Como diminuir o lixo?

Para reverter esta tendência, são necessárias medidas políticas, é preciso consciencialização por parte das grandes empresas – os gigantes da alimentação, por exemplo, oferecem, atualmente, soluções de compromisso para reduzir as embalagens plásticas, mas também é certo que o que cada um faz em casa pode ajudar muito.

 

Um exemplo inspirador

Para nós, são inspiradoras as práticas que Bea Johnson, da França, tem desenvolvido há uma década. Graças ao seu livro e às conferências que tem dado, ela tornou-se numa espécie de guru da reciclagem.

Diz Bea que «quanto menos possuímos, menos temos de guardar, limpar e manter». Fieis a esta filosofia de vida, ela e a sua família seguem um método de Desperdício Zero que se resume a cinco regras: Rejeitar (aprender a dizer não àquilo de que não precisamos»), Reduzir, Reutilizar, Reciclar e Compostar. E é assim que todos os resíduos – cujo fim só pode ser o lixo ou a incineradora – gerados pela sua família ao longo do ano cabem num frasco de vidro.

Partilhar
Tags
Notícias
---
EDIÇÃO
Junho 2019 - nº 575
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.