Música
30 janeiro 2024

Música

Tempo de leitura: 4 min
O novo disco do Ensemble São Tomás de Aquino põe-nos à escuta de um conjunto de peças de temática natalícia oriundas do Minho, Trás-os-Montes, Beiras, Ribatejo, Alentejo, Açores e Madeira.
António Marujo
---

O título diz ao que se vem: Ó Meu Menino é o novo disco do Ensemble São Tomás de Aquino, que reúne um conjunto de 21 temas de Natal, entre peças mais populares e outras menos conhecidas. Estão no primeiro caso Ó Meu Menino Tão Lindo, O Menino Está Dormindo, os belíssimos Natal de Elvas, José Embala o Menino, ou ainda Nana, Nana, Meu Menino e Vamos a Belém, entre outros. Nos temas menos conhecidos (ou deveria dizer-se antes menos divulgados?), destaquem-se, por exemplo, Bendito (canção originária da Madeira), Dorme, Menino Jesus (Beiras), Loa Alentejana (Évora) ou Reis (Ilha do Faial, Açores).

Ao contrário do disco anterior do Ensemble, Vimos do Mar e da Montanha, este não pretende propor música litúrgica, mas tão-só pôr-nos à escuta deste conjunto de peças de temática natalícia. O disco organiza-se em quatro núcleos: «Vinde já ao mundo» inclui quatro peças que falam sobre a encarnação de Jesus como Deus; «Em palhas deitado» propõe cinco canções sobre o Menino e o seu nascimento; «A Virgem lavava, José estendia» são outras cinco músicas sobre as figuras da sagrada família; e, finalmente, as sete peças de «Vinde todos adorar» remetem para as figuras dos pastores e dos magos que vão honrar o Menino-Deus.

Esta arrumação celebra os imaginários e narrativas que se centram «na figura do Menino Jesus e no quotidiano da Sagrada Família», escreve o antropólogo e compositor Alfredo Teixeira na folha-libreto do disco. Uma figuração que, «materializada nos presépios, permite uma fácil identificação entre a história sagrada e a experiência social» – precisamente o que se verifica em várias das músicas tradicionais mais conhecidas, que são como narrativas que «expõem uma religiosidade de índole doméstica», a actualizar uma linhagem de afectos «nas casas e nos lugares comunitários».

 

disco1

As músicas provêm de muitas regiões do país: Minho, Trás-os-Montes, Beiras, Ribatejo, Alentejo, Açores e Madeira. «Visitar as diversas tradições musicais portuguesas [...] é descobrir um Natal vincadamente diferente daquele que vemos representado na cena mediática». De facto, a selecção feita e a interpretação privilegiada pelo Ensemble remete para um Natal mais contemplativo que feérico, mais jubiloso que excitante, mais sentido que consentido.

«Nas tradições portuguesas, encontramos o que se poderia apelidar de mística do Sul», escreve ainda Alfredo Teixeira. Passou o dia de Natal, mais ainda vivemos no tempo litúrgico do Natal, época musical por excelência, quer na música contemporânea, quer em peças de música antiga. O disco leva-nos a esse lugar ao Sul que, transportando dramas e encantamentos da «religião do lar» que o Natal carrega, celebra «a família, a maternidade e a infância». 

Título: Ó Meu Menino

Autor: Vários

Intérpretes: Ensemble São Tomás de Aquino; dir. João Andrade Nunes e Maria de Fátima Nunes

Disco disponível através do correio electrónico ensemblesta@gmail.com

Partilhar
Tags
Discos
---
EDIÇÃO
Março 2024 - nº 744
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.