Livros
13 dezembro 2020

Leituras

Tempo de leitura: 4 min
Aqui ficam três sugestões de leitura para este mês: «Que nada se sabe» e «A Realização Plena de Todo o Desejo», das edições Paulinas e «Almanaque da História de Portugal», da editora Guerra & Paz.
Marta Arrais
---

Aproximação ao divino

A obra intitulada Que nada se sabe de José Luís Monteiro reúne um conjunto de poemas sobre a profundidade da vida e sobre o entendimento que o poeta faz da sua própria existência. Dotadas de um sentido simples, as palavras do autor não deixam de nos permitir fazer uma viagem séria ao mais íntimo de nós, vagueando entre temas que nos dizem respeito a todos: o amor, a espiritualidade, o sentido da vida, a dor, o sofrimento, a necessidade de compreender o que nos rodeia.

No prefácio, da autoria de Miguel Real, encontramos uma reflexão sobre o autor e sobre a sua poesia, que nos guia e ajuda a decifrar os versos que estamos prestes a ler. Como nos diz o autor do prefácio, os poemas de José Luís Monteiro não são evidentemente místicos mas, antes, reveladores subtis da presença e da mão de Deus. O autor exprime, assim, a sua ideia de Deus, socorrendo-se de uma série de recursos expressivos que enriquecerão toda a sua escrita.

Enquanto nos vamos embrenhando na leitura dos poemas que constituem esta obra, descobrimos o rosto de Deus por meio das descrições que nos falam da luz, do sol, das pedras, das flores, das montanhas, dos pássaros, da terra, do deserto, do dia ou da noite. É, precisamente, o mais simples e o, aparentemente, mais insignificante que melhor nos fala das coisas do Céu.

Os poemas de José Luís Monteiro podem, inclusivamente, ser lidos sem recorrer a uma ordem específica. Todos nos interpelam individualmente, de uma forma única e isolada que não carece de continuação. Cada um dos poemas basta-se a si mesmo.

Todos os temas explorados parecem ser tocados pelo silêncio e por uma solidão desmesurada; esta parece, na verdade, uma condição para permitir que o leitor protagonize uma viagem ao essencial, à profundidade do que sente e nem sempre sabe (ou consegue) dizer.

A poesia deste frade dominicano afigura-se-nos contemplativa e demorada. Na realidade, parece querer fazer casa dentro de nós e querer abrandar os nossos pensamentos sempre em teimoso corrupio.

Nalguns dos versos podemos ler e descobrir os encontros que o poeta tem com Deus, encontrando relatos simples da espera pelas mãos do Messias, de um sonho verdadeiro e silencioso que traz para perto a intensidade do Céu.

Encontramos, também, retratos de feridas nestas palavras: o poeta está consciente da dor, da violência, da sede de encontrar o que nem sempre parece ter nome, cara ou forma.

Em conclusão, este é um livro cheio de imagens, de verdades que também são as nossas. Os versos encerram descrições vivíssimas e de uma inegável beleza. Estas tornam-se incentivadoras de uma reflexão pessoal e espiritual muito profundas, diferentes e únicas para quem se atrever a lê-las. Livro1

 

Título: «Que nada se sabe»

Autor: José Luís Monteiro

Editor: Paulinas 

www.paulinas.pt  |  Tel. 219 405 645 

 Livro2

Uma obra para conhecer as principais efemérides, as figuras que marcam cada um dos meses do ano, as batalhas, os acordos, as conquistas e as derrotas, entre outras curiosidades da História de Portugal. De Janeiro a Dezembro, este almanaque revela, como num jornal, a origem do mês correspondente e apresenta secções e destaques. 

Título: Almanaque da História de Portugal

Autor: José Martinho Gaspar

Editor: Guerra & Paz

www.guerraepaz.pt  |  Tel. 213 144 488

 

 Livro3

A obra destaca sete santos que deram um contributo primordial para o entendimento da caminhada espiritual, continuando hoje, com as suas admiráveis meditações, a irrigar de santidade a existência cristã. Um guia de caminhada para Deus baseado na sabedoria de homens e mulheres que seguiram Jesus com alegria e radicalismo. 

Título: A Realização Plena de Todo o Desejo

Autor: Ralph Martin

Editora: Paulinas

www.paulinas.pt  |  Tel. 219 405 645

Partilhar
Tags
Livros
---
EDIÇÃO
Setembro 2021 - nº 716
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.