Mundo
03 outubro 2021

A revolução que ficou a meio

Tempo de leitura: 5 min
Os Nicaraguenses vivem noites de medo, ou mesmo de terror, num país onde se fez uma revolução para acabar com isso, uma revolução que se transformou num projecto pessoal de um dos seus heróis.
Fernando Sousa
Jornalista
---
(Nicaraguenses protestam contra o Governo de Ortega em Costa Rica© Lusa/Jeffrey Arguedas)

O casal Ortega, no comando da Nicarágua, parece em vésperas de um novo mandato apesar da resistência interna e dos protestos, entre outros, da alta-comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet. As eleições são daqui a um mês e nada diz que Daniel e Rosario Murillo não continuem à frente da revolução que deixaram a meio. 

Partilhar
---
EDIÇÃO
Outubro 2021 - nº 716
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.