Mundo
19 agosto 2022

Mais fome na América Latina

Tempo de leitura: 1 min
Por culpa da guerra na Ucrânia, a fome aumenta na América Latina.
Fernando Sousa
Jornalista
---

Oito milhões de pessoas deverão somar-se este ano aos 86,4 milhões ameaçadas pela insegurança alimentar na América Latina e Caraíbas, prevê a Comissão Económica para a América Latina (CEPAL), por culpa da guerra na Ucrânia. A pobreza na região atingirá assim 33,7 por cento dos 629 milhões de latino-americanos e caribenhos, mais 1,6 pontos do que em 2021, enquanto a pobreza extrema se abaterá sobre 14,9 milhões, de acordo ainda com contas da Comissão Económica para a América Latina e as Caraíbas, com sede em Santiago do Chile. «O aumento do número de pobres reflecte fortemente o aumento do preço dos alimentos», afirma a comissão. O crescimento económico regional, que foi de 6,3 por cento no ano passado, não deverá ultrapassar 1,8 este ano.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Outubro 2022 - nº 728
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.