Reportagens
27 novembro 2022

Não lhes chame «Esquimós»

Tempo de leitura: 12 min
No Alasca, há mais de cento e setenta mil nativos, divididos em onze grupos principais. O seu destino não é diferente dos povos autóctones de outras regiões do mundo: a difícil luta pela terra e pela preservação da sua cultura.
Paolo Moiola
Jornalista
---
Nativos inupiaques arrastam uma baleia-franca-austral para a borda do gelo perto de Barrow, em 2001; os inupiaques caçam de forma sustentável um pequeno número destas baleias todos os anos e partilham-nas com toda a comunidade, como têm feito durante muitas gerações (© Roy Corral |Smithsonian Arctic Studies Center in Alaska)

 

Partilhar
---
EDIÇÃO
Fevereiro 2023 - nº 732
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.