Aventura da Fé
23 junho 2022

Credor incompassivo

Tempo de leitura: 1 min
Esta parábola mostra a grandeza da misericórdia de Deus e da sua compaixão por todos.
Vanda Barata
Catequista
---

A história que vamos ouvir e que nos vai embalar fala-nos de um rei ao qual um dos seus empregados devia muito dinheiro. O empregado não conseguia pagar a dívida ao seu rei. O que terá acontecido?

Na parábola do Credor incompassivo encontraremos a resposta. Se estiverem cansados e com sono, fechem os olhos. Adormecerão felizes com esta história de Jesus.

Vamos clicar na hiperligação para vídeo: https://youtu.be/2Qn0U2QhO5s

Combinemos, agora, o desafio para a nossa família ao longo dos próximos sete dias.

Nesta narração, Deus é representado pelo rei; o empregado que devia uma quantidade pequena de dinheiro representa quem nos ofende; e o credor pode ser cada um de nós quando não perdoamos quem nos faz mal.

Esta parábola mostra a grandeza da misericórdia de Deus e da sua compaixão por todos e impele-nos a fazer o mesmo com os nossos irmãos... perdoar sempre!

Sozinhos não conseguimos ser assim, mas quando ficamos perto de Jesus e sentimos o pulsar do seu coração, o perdão liberta-nos, faz-nos experimentar a serenidade. Devemos perdoar e não ter vergonha de pedir perdão. Só podemos ser perdoados se pedirmos perdão, e só conseguimos perdoar se estivermos de mãos dadas com Jesus e caminharmos ao seu lado como filhos que anseiam a presença do seu pai.

O desafio para esta semana é pensarmos em alguém a quem ofendemos e humildemente pedir-lhe perdão.

Comecemos por casa: vamos dizer-nos a nós mesmos, aos nossos pais, aos irmãos – segredando – palavras bonitas!

Partilhar
---
EDIÇÃO
Julho 2022 - nº 609
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.