Aventura da Fé
07 julho 2022

Grão de mostarda

Tempo de leitura: 2 min
A parábola desta semana diz-nos que as grandes obras podem começar por sementes muito pequeninas, aparentemente insignificantes, tal como o grão de mostarda.
Vanda Barata
Catequista
---

Já aqui contámos muitas histórias de Jesus. Com esta, são 22, para sermos exatos.

Estamos no verão, e ainda temos na memória a passada primavera. Nestas estações do ano, o sol afirma-se e os insetos coloridos esvoaçam de flor em flor. Com esta imagem na mente, vamos ouvir uma parábola de Jesus que nos fala de uma semente muito pequenina: o grão de mostarda.

Nesta narrativa, Jesus apresenta-nos um semeador que planta na sua lavoura a semente da mostarda. Nesta horta, esta semente é a menor de todas, mas quando cresce torna-se robusta, esplendorosa, a maior de todas as plantas. É tão imponente que se torna a preferida para as aves que se aninham nos seus ramos robustos e fortes. No outono, os ramos da árvore da mostarda atingem uma grande consistência e ela torna-se a preferida de muitas aves para construírem os seus ninhos, porque as protegem das tempestades, do calor, tornando-se espaço ideal para abrigarem e protegerem os seus ovos e os seus filhos que sairão deles.

E… está na hora de ouvirmos a história que foi contada pelos meninos do quinto volume da paróquia de Santa Maria dos Olivais de Lisboa. Vamos clicar na hiperligação: https://youtu.be/RLlJsHGg6pA

 

Escolhemos, agora, o desafio para a nossa família durante esta semana.

Depois desta parábola que nos falou que as grandes obras podem começar por sementes muito pequeninas, aparentemente insignificantes, tal como o grão de mostarda, vamos pensar na sabedoria que é transmitida de geração em geração.

Normalmente, os avós são quem nos contam as histórias… aquelas que já lhes foram contadas pelos seus avós. Lembro-me de ser pequenina e de me sentar num banquinho de madeira ao lado da minha avó Maria e de ouvir as suas histórias que tanto me faziam feliz. Acho que é também devido a estes momentos que gosto tanto de histórias, as de Jesus são as minhas preferidas!

A nossa avó e o nosso avô vão ficando velhinhos… e se desta vez fossemos nós a levar-lhe uma história?

Esta semana, vamos a casa dos avós ou vamos chamá-los à nossa casa, e escutaremos juntos a parábola do grão de mostarda. Será um momento bonito que alegrará o coração nosso, dos vossos avós e o de Jesus!

Partilhar
---
EDIÇÃO
Julho 2022 - nº 609
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.