Aventura da Fé
14 julho 2022

A pérola

Tempo de leitura: 3 min
Nesta parábola de embalar, o mercador dá tudo o que tem para ficar com a pérola especial, reluzente, inigualável. Esta pérola é Jesus, o seu reino.
Vanda Barata
Catequista
---

Era uma vez um mercador que um dia encontrou uma pérola reluzente, brilhante sem igual.

No tempo de Jesus, as pérolas eram muito procuradas. Os que as procuravam sabiam que as de maior valor se encontravam no Golfo Pérsico e no oceano Índico. Muitos mercadores viajavam até à região da Índia em busca destes pequenos tesouros. As pérolas menos valiosas eram as que se encontravam no mar vermelho. Perante isto, quem pretendia encontrar as mais especiais normalmente fazia grandes viagens.

Não sabemos para onde viajou o mercador desta história… Mas, Jesus conta-nos que, na sua busca, este homem encontrou uma pérola tão diferente, tão especial, que precisava de dar tudo o que tinha para a levar consigo.

O que fez o mercador? Será que ficou sem mais nada para conseguir ficar com aquilo que tanto procurou e encontrou?

De olhos fechados e coração aberto escutemos a parábola da Pérola. Cliquemos na hiperligação: https://youtu.be/QZ0_3iKxjLw

 

Escolhemos, agora, o desafio semanal para a nossa família.

Deus ama-nos tanto que nos oferece o seu maior bem: o seu filho muito amado JESUS!

Por nos amar ele sofre, dá-se…

Na parábola da pérola, o mercador dá tudo o que tem para ficar com a pérola especial, reluzente, inigualável. Esta pérola é Jesus, o seu reino. É o Amor que dá sentido à nossa vida e nos faz encontrar com a verdadeira ESPERANÇA, com o TUDO. Quando o descobrimos verdadeiramente não o conseguimos perder e tal como o mercador dispomo-nos a dar o que temos que é nada comparado com esse TUDO!

Em família, antes do almoço, podemos declamar um excerto deste poema de Charles Péguy, que nos fala profundamente de Esperança:

 

«A esperança, diz Deus, eis o que me espanta.

A mim mesmo.

Isso é espantoso.

 

Que essas pobres crianças

vejam como tudo isso acontece

e acreditem que amanhã vai ser melhor.

 

Que vejam como isso acontece hoje e acreditem que

Vai ser melhor amanhã cedo.

 

Isso é espantoso e é mesmo a maior maravilha da nossa graça.

 

E eu mesmo me espanto com isso.

 

E é preciso que de facto a minha graça seja de uma força incrível.

E que ela escorra de uma fonte e como um rio inesgotável.

Desde aquela primeira vez que ela escorreu e escorre sempre desde então. 

….

E aquela vez, ó aquela vez, desde aquela vez que ela escorreu. Como um rio de sangue, do flanco trespassado do meu filho.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Julho 2022 - nº 609
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.