Ciência e tecnologia
30 outubro 2020

Mais reciclagem, menos plástico

Tempo de leitura: 3 min
Há três décadas, por mero acaso, o primeiro alarme soou. Charles Moore, um navegador solitário de viagem entre o Havai e Los Angeles, escolheu uma rota pouco frequentada e fez uma descoberta que repercutiu na forma como hoje lidamos com o plástico.
Maria Filomena Silva
---

O que Charles Moore avistou nessa memorável travessia, em 1997, foi um mar de plástico, que cobria o oceano numa extensão a perder de vista, e que ele, incrédulo e aterrado, levou dias para atravessar.

Chegado a terra, o viajante deu o alerta e foi assim que o mundo passou a saber que havia uma gigantesca ilha feita de lixo de plástico a poluir o oceano Pacífico.

Partilhar
Tags
Ciência
---
EDIÇÃO
Junho 2021 - nº 597
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.