Sala de convívio
29 outubro 2019

Futebola, sim, no feminino

Tempo de leitura: 3 min
Nunca o futebol teve tanta popularidade entre as mulheres.
Luís Óscar
---

Pela primeira vez, vimos uma árbitra dirigir uma final masculina de alto nível: a Supertaça Europeia, ganha pelo Liverpool ao Chelsea. Em julho, havia sido também Stéphanie Frappart a apitar a final do Mundial feminino, disputado no seu país (França), ganha pelos EUA à Holanda (2-0).

Para esta competição foram vendidos um total de mais de 750 mil bilhetes e a audiência acumulada estimou-se em mil milhões de telespetadores. Em março, o estádio Wanda Metropolitano acolhera o recorde espanhol de 60 mil espetadores, no clássico Atlético de Madrid-Barcelona em versão feminina.

Partilhar
Tags
Campeões
---
EDIÇÃO
Novembro 2019 - nº 579
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.