Sala de convívio
20 novembro 2019

A raposa sem rabo

Tempo de leitura: 2 min
Este teatro inspira-se numa fábula do escritor grego Esopo (620 a. C. – 564 a. C.). Ensina a ter cuidado com quem dá conselhos aos outros, mas a pensar em benefícios para si.
---

Personagens: Narrador, Raposa Vaidosa, Formiga, Raposa Anciã, Raposa Curiosa.

 

Narrador: Era uma vez uma raposa vaidosa, que se achava a mais bonita da floresta. Tinha uma das caudas mais belas da família e da vizinhança. Passava o tempo a exibir-se, mesmo quando ia à caça. Num desses dias, caiu numa armadilha:

Raposa Vaidosa: Socorro! Quem me vem salvar?

Formiga: És ágil e astuta: mexe-te e vais salvar-te.

Raposa (mexendo-se, liberta-se): Obrigada, formiga. Mas… Oh, que horror! Fiquei sem a cauda!

Formiga: Foi azar! Porém estás viva!

Raposa: Sim, mas agora sou a única raposa sem rabo do mundo! Que vergonha!

Formiga: Se é um problema, não lamentes. Tens de o resolver.

Raposa: Tive uma ideia. Vou convocar todas as raposas da floresta para uma reunião.

Narrador: E todas as raposas compareceram no local e hora marcada.

Raposa Anciã: Qual é esse assunto gravíssimo que interessa a todas as raposas?

Raposa Vaidosa: Amigas, que utilidade tem para nós a cauda? Bonita não é. Vantajosa, também não. Porquê continuar com este apêndice ridículo?

Raposa Curiosa: O que sugeres que façamos?

Raposa Vaidosa (dissimulando): Tirem-na como eu fiz. É a última moda. Todas as raposas modernas fazem como eu.

Raposa Anciã: Raposinha, raposinha, se és matreira, eu sou-o muito mais. Estás a mentir!

Raposa Curiosa: De facto, antes orgulhavas-te da tua cauda.

Raposa Anciã: Porque tiveste a infelicidade de ficar sem a cauda, queres enganar-nos, para que não fiques rebaixada?

Raposa Vaidosa: Sim, é isso. Reconheço.

Raposa Anciã: Escuta um conselho: é bom que as raposas infelizes queiram que as outras as acompanhem na sua dor. O que não nos podes pedir é que façamos mal a nós mesmas, para que tenhamos a mesma infelicidade que tu.

 

teatro

Partilhar
---
EDIÇÃO
Dezembro 2019 - nº 580
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.