Sala de convívio
08 maio 2020

Minimalismo

Tempo de leitura: 2 min
Ser minimalista é ter o essencial, viver com menos, com muito mais alegria, felicidade e liberdade.
Margarida Leal
---

Num mundo repleto de materialismo e acumulação de bens desnecessários, está a surgir um modo de vida chamado minimalismo. Ser minimalista é ter o essencial, viver com menos, com muito mais alegria, felicidade e liberdade.

Na escola, a minha turma fez um propósito: vamos olhar ao nosso redor, para a nossa casa, por exemplo. Cada um de nós vai ver, com sinceridade, quantas coisas acumulamos sem lhes darmos qualquer uso, que apenas ocupam o nosso espaço. Quanto a mim, muito provavelmente, serão mais do que eu gostaria de admitir.

Eu estou a tornar-me cada vez mais fã do minimalismo. Estou a acostumar-me a viver assim. Estou a senti-me mais aliviada, menos presa a coisas que na realidade em nada contribuem para a felicidade. Vou sugerir que, em vez de desejarmos sempre mais, ter o melhor modelo de alguma coisa, a roupa mais cara, o maior monte de coisas, porque não nos limitarmos ao que necessitamos, oferecendo o demais aos que realmente lhe darão uso?

O minimalismo favorece um pouco a igualdade, porque contribui para não adquirirmos bens de que não precisamos e doemos os que acumulamos a pessoas que precisam, num mundo onde há pessoas que têm tanto ao lado de outros que não têm sequer o essencial.

Os bens materiais nunca serão capazes de preencher vazios deixados pela falta de afetos, pessoas e vivências memoráveis. Quantas vezes um só abraço vale mais do que uma enorme quantidade de dinheiro!

 

_________________________________________

Nestes tempos da covid-19, pedem-nos que fiquemos em casa para nos protegermos, cuidar de nós e dos nossos e ser solidários com a comunidade. Os Missionários Combonianos e as revistas Além-Mar e Audácia querem contribuir para que passe este período da melhor forma possível e, por isso, enquanto durar a quarentena, decidimos tornar de leitura livre todos os conteúdos das nossas publicações missionárias.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Setembro 2020 - nº 588
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.