Sala de convívio
19 setembro 2020

Rapaz doa 22 000 fraldas a mães solteiras usando poupanças

Tempo de leitura: 2 min
Cartier tem 11 anos e mora em Hampton, Virgínia, Estados Unidos. Fundou a Kids for Change, uma organização que visa ajudar os necessitados, e multiplica as ações socio-caritativas.
Redação
---

No mundo inteiro, adolescentes e jovens aproveitam as férias para ter uma ocupação que lhes permita ganhar algum dinheiro. Para muitos, é um rito de passagem, é um primeiro passo para aprender o que significa ganhar o próprio dinheiro. Em Virgínia, Estados Unidos, Cartier Carey, de 11 anos, encontrou na sua banca de venda de limonada uma oportunidade de fazer muito mais. Carey usa os lucros, não para abrir uma primeira conta poupança ou comprar um presente especial, mas para ajudar mães solteiras carenciadas na sua localidade. E decidiu concentrar a ajuda no básico: fraldas.

O pré-adolescente Cartier Carey sentiu-se inspirado para abraçar este projeto quando visitava a sua avó, que mora num dos bairros mais carenciados da área. Ele é sensível e observador, e surpreendeu-o a quantidade de mulheres que viu a criarem sozinhas os filhos. Então, quis encontrar uma maneira de ajudar.

No final do primeiro mês de trabalho na banca de venda de limonada, Carey arrecadou cerca de 5000 dólares. Com esse dinheiro, distribuiu cerca de 6500 fraldas. No terceiro mês, já tinha entregue 22 000 fraldas, e estava perto de atingir a sua meta de 25 000 fraldas doadas.

Generosidade está-lhe no sangue

Antes da campanha da limonada, Cartier Carey já tinha lançado outra iniciativa comunitária chamada “Cabazes Carti”, que eram cabazes para os sem-abrigo que continham itens essenciais como desodorizante, sabonete, lenços de papel e até aquecedores de mãos para quando o tempo arrefece.

Em 2019, Carey fundou a sua própria organização sem fins lucrativos, Kids 4 Change 757: https://kids4change757.com, para ajudar a comunidade e torná-la melhor.

Carey diz que a sua maior alegria vem de saber que faz a diferença e de ver o impacto dos seus esforços nas pessoas que ele apoia.

«Assim como eu estou a fazer, outros podem fazer a diferença: podem salvar vidas e ser heróis», diz o miúdo generoso.

Partilhar
Tags
Notícias
---
EDIÇÃO
Outubro 2020 - nº 589
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.