Sala de convívio
24 setembro 2020

Fábula

Tempo de leitura: 1 min
Tudo o que fazes, por pequeno que seja e mesmo que pareça não fazer sentido, tem uma consequência.
Redação
---

Narrador: Um homem que passeava pela praia viu que havia milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela areia. Estava quase coberta.

Homem: Que desastre! Elas não conseguem viver fora da água…

Narrador: Enquanto caminhava entre as estrelas, o homem repetia…

Homem: Que frágil e curta é a vida!

Narrador: Uns minutos depois, o homem avistou uma menina que corria da água para a areia e da areia para a água.

Homem: Olá!

Menina: Olá!

Homem: O que fazes correndo de um lado para o outro?

Menina: Não vê?!... Estou a devolver as estrelas ao mar, para que não morram.

Homem: Mas é seu destino morrerem e serem alimento para outros animais. Além disso, há milhares por toda a praia e não conseguirás salvá-las todas. O que fazes não tem sentido.

Narrador: E o homem sai dali abalado. Olhava para trás e continuava a ver a menina a lançar estrelas-do-mar para as ondas. Por fim, voltou para trás.

Homem: Olá!

Menina: Olá!

Homem: Vou ajudar-te a salvar as estrelas-do-mar.

 

Partilhar
Tags
Artigos
---
EDIÇÃO
Outubro 2020 - nº 589
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.