À volta do mundo
28 março 2019

Cinco lugares verdes

Tempo de leitura: 2 min
Estamos na bela estação que é a primavera! Em jeito de celebração, visitaremos cinco dos locais mais verdes do mundo!
Margarida Brotas
---

Comecemos a nossa viagem na floresta musgosa localizada nas Cameroon Highlands, no oeste da Malásia. Como se encontra a uma altitude extremamente elevada, as nuvens cobrem a floresta, proporcionando bastante humidade e nevoeiro. Isso faz com que o musgo verde e esponjoso cresça e cubra a maior parte do local! Os fetos e as orquídeas também vivem bem neste ambiente, exclusivo desta floresta e de outras cordilheiras da Malásia.

Vale e rio duplamente verdes

Seguimos em direção a Valle Verzasca, na Suíça, que compreende 26 quilómetros do rio com o mesmo nome. É duplamente verde, devido às árvores e restante vegetação que o compõem, assim como ao reflexo verde-esmeralda vibrante das águas do rio, que passa entre as montanhas e rochas. Ao longo do Valle Verzasca, podem-se observar pequenas vilas, vinhas e castanheiros, que acrescentam ainda mais magia a este sítio.

As palmeiras mais altas do mundo

Vamos agora até Valle de Cocora, na Colômbia. Localizado a uma altitude entre 1800 e 2400 metros, é o vale das margens superiores do rio Quindío. É o lar principal das palmeiras mais altas do mundo. De nome científico Ceroxylon quinduiense, são um dos símbolos emblemáticos do país e atingem os 60 metros de altura!

Bambus terapêuticos

Demos um saltinho até à floresta de bambu de Arashiyama, em Quioto, no Japão. Aqui, os caules de bambu chegam aos 40 metros de altura, cobrindo todo o cenário de verde! Esta floresta apresenta diversos percursos para turistas e até se recomenda visitar o sítio quando há uma brisa leve no ar, pois as canas de bambu balançam gentilmente de um lado para o outro, produzindo um efeito calmante em quem as observa.

Túnel do Amor

Acabemos a nossa viagem no Túnel do Amor, na Ucrânia. Foi formado quando árvores e arbustos, que rodeavam uma secção de um caminho de ferro industrial, cresceram moldando a passagem do percurso diário do comboio. Começa na estação de Klevan e acaba na de Orzhiv e é conhecido por ser um dos locais preferidos dos casais para passearem.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Junho 2019 - nº 575
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.