Mundo
16 maio 2019

Tsunami tóxico

Tempo de leitura: 1 min
A Organização Internacional do Trabalho alerta para o rápido crescimento do lixo electrónico no mundo, de que se produzem cerca de 50 milhões de toneladas por ano.
Redacção
---

«As nações devem aumentar e promover investimento em infra-estrutura de gestão de resíduos», alerta aquela agência das Nações Unidas. Tóxico e perigoso, o lixo electrónico provoca danos aos trabalhadores e ao meio ambiente. O estudo A New Circular Vision for Electronics, promovido pela PACE (Platform for Accelerating the Circular Economy), revela que apenas 20% do e-lixo é reciclado e que mais de 80% destes resíduos globais seguem para países como a China, Índia, Gana e Nigéria.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Maio 2019
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.