Igreja
07 maio 2019

Papa apela à solidariedade

Tempo de leitura: 1 min
Francisco encerra a viagem apostólica à Macedónia do Norte com apelo à solidariedade dos católicos com quem mais precisa, como Madre Teresa
Redacção
---

O Papa Francisco encerrou hoje a sua visita à Macedónia do Norte, país natal de Madre Teresa de Calcutá, com um apelo para que os católicos sejam sempre «solidários, atentos, compreensivos e solícitos» com quem mais precisa.

«Não quero abusar da sua imagem, mas esta terra soube dar ao mundo e à Igreja, em Madre Teresa, um sinal concreto de como a precariedade duma pessoa, ungida pelo Senhor, é capaz de impregnar tudo, quando o perfume das bem-aventuranças se espalha sobre os pés cansados da nossa humanidade», afirmou Francisco, num encontro com membros do clero e de institutos religiosos, acompanhados pelos seus familiares, na Catedral do Coração de Jesus, em Skopje.

Perante membros das comunidades de rito latino e rito bizantino da minoria católica (15 mil pessoas, que representam 0,72% da população do país), o Papa pediu aos participantes que não se deixem abater pelo desânimo ou pela «precariedade dos recursos».

Regressando à figura de Santa Teresa de Calcutá, Francisco realçou que «a história é escrita por estas pessoas que não têm medo de gastar a sua vida por amor».

“Muitas vezes gastamos as nossas energias e recursos, as nossas reuniões, debates e programações para manter abordagens, ritmos, perspetivas que não só não entusiasmam ninguém, mas não conseguem sequer levar um pouco daquela fragância evangélica capaz de confortar e abrir caminhos de esperança”, lamentou Francisco.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Maio 2019
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.