Sala de convívio
03 dezembro 2019

Se mudas, o mundo muda

Tempo de leitura: 3 min
Chega o mês de dezembro. É tempo de fazer o balanço do ano que passou. É, de igual modo, uma ocasião para projetar o futuro, seja cada um por si, seja estando atentos a iniciativas propostas por outros.
Hélder Guégués
---

Há muito que as montras relembram a celebração de um Natal que, com tantas árvores, bolas, fitas e presentes, não se sabe muito bem que Natal é. E, no meio desta confusão de luzes e de cor, lá encontramos, num cantinho, o retrato do verdadeiro Natal: o Presépio. E neste, o mais importante: Jesus, Deus Connosco, que nos vem dizer «amem a Deus de todo o coração e ao próximo como a si mesmos».

Dezembro coincide com o fim do primeiro período. É o mês de realizar o balanço do trabalho que se fez. A nota na pauta é apenas um aspeto. A avaliação tem de ser mais ampla. Ela é importante porque nos ajuda a perceber onde estamos a falhar e – não menos importante – o que estamos a conseguir. É bom fazer perguntas como: «Tenho um bom método de estudo?» «Estudo individualmente e para estar no quadro de honra, ou interesso-me pelo êxito da turma e estou disponível para estudar em grupo ou ajudar colegas em dificuldade?» «Encontro na escola tudo o que preciso?» «Com que professor me dou melhor e com qual preciso de melhorar o ambiente?» 

Partilhar
---
EDIÇÃO
Dezembro 2019 - nº 580
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.