Sala de convívio
06 fevereiro 2020

O ouro, a onça e as commodities

Tempo de leitura: 1 min
Uma onça equivale a 31,10 gramas.
Hélder Guégués
---

Já terão lido num jornal ou ouvido na rádio ou televisão a cotação do dia do ouro. O que nunca ou poucas vezes se diz é qual a medida – o preço, por estes dias cerca de 1500 dólares, é por quilograma, tonelada, arroba? Não: é por onça fina ou onça troy, que equivale a 31,10 gramas. De qualquer maneira, o ouro não é o metal precioso mais cotado nos nossos dias. O pódio vai para o paládio (elemento químico com o número atómico 46, metálico, de aspeto semelhante ao da prata, de símbolo Pd), usado em dispositivos que reduzem as emissões poluentes dos carros, é atualmente uma das commodities com melhor desempenho no ano, a beneficiar de um aumento de procura. Está por estes dias a 1800 dólares a onça. Já que perguntam: commodity é qualquer mercadoria, bem ou matéria-prima que tem o seu preço determinado pela oferta e pela procura internacional, já que é abundante à escala mundial, apresentando, enquanto produto, poucas ou nenhumas diferenças independentemente da sua origem. É claramente o caso dos metais preciosos.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Fevereiro 2020 - nº 582
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.