Sala de convívio
24 outubro 2020

Os mais fortes

Tempo de leitura: 2 min
«Na Natureza, os que sobrevivem não são os mais fortes, mas sim os que melhor se adaptam.»
Miguel Pinto Monteiro e João Martins
---

Com a pandemia da covid-19 veio sofrimento, morte e perturbações na vida de muitas pessoas e famílias, em algumas com efeitos dramáticos. Todavia, a pandemia também abriu novas oportunidades de negócios. Gostaríamos, por isso, de os convidar a refletir sobre como as empresas procuraram adaptar o seu modelo de negócio.

Um aspeto muito curioso das crises é a oportunidade de nos adaptarmos. Trata-se de um fenómeno que sucedeu ao longo dos tempos, e pudemos verificá-lo também na crise financeira de 2008, quando as empresas nacionais esbracejaram e arregaçaram as mangas da camisa, à procura dos clientes externos. Não foram poucos os casos dos empresários do calçado, do sector do vinho ou do sector do vestuário a enfiarem-se nos aviões com algumas amostras dos produtos e partirem por esse mundo a fora, fechando negócios e abrindo novos mercados.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Dezembro 2020 - nº 591
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.