Actualidades
10 julho 2019

Tribunal Internacional condena ex-líder rebelde congolês

Tempo de leitura: 1 min
Bosco Ntaganda declarado culpado de crimes de guerra praticados há mais de 16 anos
---

O Tribunal Penal Internacional (TPI) declarou na segunda-feira, 8 de julho, que o ex-líder rebelde congolês Bosco Ntaganda é culpado de crimes de guerra e contra a humanidade.

Bosco Ntaganda foi julgado por 13 acusações de crimes de guerra e outras cinco de crimes contra a humanidade. Os atos criminosos foram praticados na província oriental de Ituri, na República Democrática do Congo, entre 2002 e 2003.

De acordo com os promotores do TPI, Ntaganda liderou o massacre de civis naquela região. A lista de crimes inclui assassinato e tentativa de assassinato, violação, escravidão sexual, recrutamento de crianças, perseguição, transferência forçada e deportação.

O julgamento de Ntaganda teve início em 2 de setembro de 2015 e contou com 248 audiências e o envolvimento de pelo menos 99 testemunhas e especialistas.

A sentença do réu que liderou as Forças Patrióticas para a Libertação do Congo (FPLC), será pronunciada em audiência a ser realizada futuramente.

Partilhar
Newsletter

Receba as nossas notícias no seu e-mail