Igreja
27 março 2020

Oração pela humanidade

Tempo de leitura: 2 min
O Papa Francisco presidiu no Vaticano a um momento extraordinário de oração pela humanidade, no contexto da pandemia causada pelo coronavírus, na qual afirmou que «só juntos» poderemos superar esta crise.
Redacção
---

«Demo-nos conta de estar no mesmo barco, todos frágeis e desorientados, mas ao mesmo tempo importantes e necessários: todos chamados a remar juntos, todos carecidos de mútuo encorajamento. E, neste barco, estamos todos, todos», disse durante a celebração, no adro da Basílica de São Pedro, vazio de peregrinos.

Numa celebração com transmissão televisiva e por Internet para todo o mundo, Francisco começou por rezar pela humanidade, numa «dolorosa condição», antes de reflectir sobre o texto do Evangelho em que Jesus dorme, enquanto uma tempestade assola o barco onde vai, com os seus discípulos (cf. Mc 4, 35-41).

 

90748132_2780229562085073_5563309449617080320_o

«O Senhor interpela-nos e, no meio da nossa tempestade, convida-nos a despertar e activar a solidariedade e a esperança, capazes de dar solidez, apoio e significado a estas horas em que tudo parece naufragar. O Senhor desperta, para acordar e reanimar a nossa fé pascal. Temos uma âncora: na sua cruz, fomos salvos. Temos um leme: na sua cruz, fomos resgatados. Temos uma esperança: na sua cruz, fomos curados e abraçados, para que nada e ninguém nos separe do seu amor redentor. No meio deste isolamento que nos faz padecer a limitação de afetos e encontros e experimentar a falta de tantas coisas, ouçamos mais uma vez o anúncio que nos salva: Ele ressuscitou e vive ao nosso lado», afirmou.

 

90779268_2780228012085228_8404019047032684544_o

O Santo Padre defendeu a necessidade de «despertar e activar a solidariedade e a esperança», para que todos sejam «capazes de dar solidez, apoio e significado a estas horas em que tudo parece naufragar».

A celebração contou com momentos de adoração eucarística e com uma bênção especial ‘urbi et orbi’ [à cidade (de Roma) e ao mundo] – habitualmente reservada aos dias de Páscoa e Natal, além da eleição de um novo pontífice –, com possibilidade de indulgência plenária para os católicos.

(Fotos: Vatican News)

Partilhar
---
EDIÇÃO
Julho 2020 - nº 704
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.