Cultura
27 fevereiro 2020

Partilha de culturas e afectos

Tempo de leitura: 9 min
Os Portugueses foram os primeiros ocidentais a estabelecer contacto com o povo japonês, em 1543.
Fernando Félix
Jornalista
---

As boas relações entre os dois países romperam-se em menos de um século. Seguiram-se mais de duzentos anos de relações cortadas. Em 1860, assinou-se o Tratado de Paz, que ainda perdura. A celebração desta efeméride é ocasião para assinalar as marcas que cada um destes povos deixou no outro.

O Cristianismo chegou ao Japão com os navegadores portugueses, no século xvi. O mesmo Cristianismo foi um argumento determinante para o corte de relações diplomáticas luso-nipónicas no século xvii. A proibição da fé remeteu as comunidades cristãs nipónicas para a clandestinidade durante dois séculos. Todavia, a marca destas comunidades é tão peculiar que doze dos lugares associados a elas, sobretudo no Sul do Japão, foram incluídas no Património Mundial da Unesco, em 2018.

Partilhar
---
EDIÇÃO
Março 2020 - nº 700
Faça a assinatura da Além-Mar. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.