Sala de convívio
20 fevereiro 2022

Trabalho infantil doméstico

Tempo de leitura: 1 min
Segundo dados da Unicef, 17 milhões de crianças fazem trabalho doméstico remunerado ou não remunerado.
Fernando Félix
Jornalista
---

Há tarefas domésticas que os pais podem solicitar aos filhos: fazer a cama, arrumar o quarto, ordenar brinquedos e aparelhos eletrónicos, vestir-se, arrumar a mesa... Estas tarefas são parte integrante da vida familiar, e uma forma de desenvolver habilidades que serão úteis para a vida.

Quando, porém, as crianças são sujeitas a trabalhos que interferem com os estudos, com o direito à diversão e com a sua segurança, isso é trabalho infantil.

O trabalho infantil doméstico pode acontecer na própria casa e não ser remunerado, ou em casa de outras pessoas ou sob ordens de um empregador, e ser remunerado. Segundo dados da Unicef, 17 milhões de crianças fazem trabalho doméstico remunerado ou não remunerado. E, por padrões culturais, as meninas trabalham dentro de casa e os rapazes trabalham fora, a cuidar de animais ou jardinagem.

Na curta-metragem de animação Vida Maria, uma menina de 5 anos está entretida a exercitar a caligrafia, mas é interrompida pela mãe, que a manda ir trabalhar. Obedece e dirige-se para o trabalho na quinta. Ela cresce, engravida e tem uma filha. Será ela rígida com a filha, como a mãe fora com ela, ou será capaz de mudar o padrão?

Sobre o filme

Título: Vida Maria

Realizadores: Márcio Ramos

Género: Animação

Duração: 8,35 minutos

Assiste: https://youtu.be/yFpoG_htum4

Partilhar
---
EDIÇÃO
Julho 2022 - nº 609
Faça a assinatura da Audácia. Pode optar por recebê-la em casa e/ou ler o ePaper on-line.